domingo, 5 de janeiro de 2014

The Mentalist (resenha)


The Mentalist
Diretor: Chris Long
Produtor(es): Bruno Heller, Charles Goldstein, David Nutter
Elenco: Simon Baker, Robin Tunney, Tim Kang, Amanda Righetti, Owain Yeoman
Nota: 5 estrelas
Sinopse: Patrick Jane é famoso por sua habilidade de alta percepção de tudo que está ao seu redor. Ele já quase foi uma celebridade, alegando ser médium vidente, mas agora admite que fingia ter poderes paranormais. Com sua grande habilidade de observação, Patrick trabalha como consultor independente para as autoridades da Califórnia, resolvendo um número considerável de crimes complicados. Todos no departamento reconhecem o seu mérito em solucionar uma série de casos difíceis - mas nem todos são fãs de suas atitudes, como a agente Teresa Lisbon, que resiste em tê-lo na sua unidade. Saber que Patrick é indispensável para a equipe torna ainda mais difícil para Teresa ter que conviver com seu jeito narcisista, já que ele sempre vai contra o protocolo e ultrapassa sérios limites durante as investigações. Nesta equipe, também estão os agentes Kimball Cho, Wayne Rigsby e a novata Grace Van Pelt, que reconhece que Patrick é descontrolado, apesar de admirá-lo por seu charme e sua habilidade em resolver os casos críticos.

Tirei a sinopse daqui.

Avaliação: Estava doida para fazer resenha desta série, que já possui 5 temporadas completas e uma incompleta ainda.

The Mentalist é um dos 2 seriados que eu assisto e estou atualizada.

Patrick Jane era conhecido por seus ''poderes'' de médium vidente, mas após um famoso serial killer, Red John, assassinar sua esposa e sua filhinha, Jane admite que era tudo fingimento. Entretanto Patrick não é uma pessoa comum, de fato, possui algumas habilidades de observação que conseguem-lhe o posto de consultor independente das autoridades da Califórnia.

Teresa Lisbon, Kimball Cho, Wayne Rigsby e Grace Van Pelt são uma equipe que tem Teresa como chefe e Jane como consultor.

Patrick só trabalha na agência pois quer se vingar do assassino de sua família. Esta agência trabalha com casos que envolvem homicídio. Então cada episódio é sobre um caso diferente e às vezes algum tem haver com Red John.



O motivo por eu estar louca para resenhar sobre é o fato de que desde o primeiro episódio da primeira temporada há esse serial killer e um desejo de vingança. O maior mistério da série, que é a sua identidade, só foi revelado EM 2013! Na sexta temporada.

Vocês devem estar pensando que deve ser muito chato e cansativo por causa disso, mas para mim não foi. Em geral, quando se torna cansativo ou muito maçante, eu simplesmente deixo de assistir ou de ler, talvez no futuro tente terminar, se for muito boa.



Uma coisa que me fez querer sempre me atualizar e acompanhar foi o protagonista. Ele foi uma grande motivação. Eu simplesmente adoro coisas que me fazem rir e Patrick Jane me proporcionou ótimas risadas e diversão. Eu sempre o comparei com um cachorrinho, que faz coisas erradas e engraçadas e não dá para não amá-lo ou achá-lo fofinho.

Bem estranho, certo?

Mas ele é um dos meus personagens favoritos da telinha e simplesmente faz tudo valer a pena, até esperar 6 temporadas para descobrir quem é Red John. Todo episódio Jane apronta alguma coisa, já destruiu carros, deixou todos presos em um hospital pensando que iriam morrer e por aí vai. Tem gente que não gosta dele, porque é meio pesado o que faz, mas como eu disse, não consigo NÃO amá-lo.



Adoro todos os outros personagens também. Cho tem um jeito sério e direto que eu gosto bastante e é até engraçado. Rigsby não fica atrás, é bem atrapalhado e fofo. Van Pelt é a inteligente e Lisbon é a estraga prazeres e a ''dona'' que vive brigando com Patrick e puxando sua ''coleira''.


Recomendo muito a série. Mesmo o caso Red John demorando tanto para ser desvendado, é muito boa e os personagens realmente me conquistaram, principalmente o principal.

As imagens foram tiradas da página do facebook: aqui

Por: Mel

3 comentários:

  1. Oi
    Tudo Bem?
    Te indiquei uma TAG no meu blog, adoraria ler suas respostas.
    http://agoraqueeusoucritica.blogspot.com.br/2014/01/selo-liebster-award.html
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro esse série!
    http://sobre-tudoum-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Série que conquistou o público, a sua história e partilha. As características da personagem principal faz-me lembrar um pouco estrela da série HBOO Hipnotizador, uma nova produção este fornteras braileña superando o sucesso de seu hstoria. Certamente recomendo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...